segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Livro do Desassossego

12.
Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir. O que confesso não tem importância,
pois nada tem importância


Por: Bernado Soares
In: Livro do Desassossego

Nenhum comentário: