segunda-feira, 12 de outubro de 2009


Eu passava muito bem sem Deus e, se utilizava o seu nome, era para designar um vazio que tinha, a meus olhos, o clarão da plenitude.




Simone de Beauvoir

Um comentário:

D. Q. M. disse...

Todos passariam muito bem.
Ai, a Simone!