quinta-feira, 6 de maio de 2010

Enfeite-se com margaridas e ternuras

E escove a alma com flores

Com leves fricções de esperança

De alma escovada e coração acelerado

Saia do quintal de si mesmo

E descubra o próprio jardim...


Carlos Drummond de Andrade

3 comentários:

Anônimo disse...

sinto que essa carta é para mim

Tamára Roots disse...

saia do quintal de si mesmo..

irei tentar!

Ronerik Holanda disse...

Interessante...