segunda-feira, 24 de maio de 2010

Manifesto Utópico-Ecológico em Defesa da Poesia e do Delírio

.

"Eu defendo o direito de todo ser Humano ao Pão e à Poesia.
Estamos sendo destruídos em nosso núcleo biológico,nosso espaço vital e dos animais está reduzido a proporções ínfimas quero dizer que o torniquete da civilização está provocando dor no corpo e baba histérica o delírio foi afastado da Teoria do Conhecimento e por essa razão a escola se coagulou em Galinheiro onde se choca a histeria, o torcicolo e repressão sexual,não existindo mais saída a não ser fechá-la e transformá-la em Cinema onde crianças e adolescentes sigam de novo as pegadas da Fantasia com muita bolinação no escuro".

(por: ROBERTO PIVA)

.

Nenhum comentário: