quinta-feira, 26 de agosto de 2010

"E sem saber exatamente qual era sua falta, ele sentiu bem que viver não era extamente sua falta, ele sentiu bem que essa pena era em si mesma uma falta, exigindo outras penas e assim por diante, como se pudesse  haver outra coisa além da vida para os vivos."

(BECKETT, Samuel - Malone Meurt)

Nenhum comentário: