segunda-feira, 24 de outubro de 2011

“O mundo não anda fácil nem digerível। É homem-bomba explodindo em festas de casamento, é corrupção pra tudo que é lado, é muito desamor travestido de prazer, é uma emergência de ser feliz que impede a construção da felicidade mesma, que é mais vagarosa. Para onde estão indo todos nesta correria? Não sou a única que ainda vive, em certos aspectos, na era da pedra lascada, mas corro igual, porque se parar, me atropelam.”

Martha Medeiros, no livro Doidas e Santas, página 20.

Um comentário:

Vanessa disse...

Maga!
Martha eu super adoro, e divago muito quando penso nessa correria que rola em busca da felicidade...a gente é condicionado a tanta coisa na vida, ser bonito, ser magro, ser legal, ter emprego, ser bom profissiona e demostrar felicidade. Não que ser feliz seja ruim...mais a obrigação das coisas essa ruim sim.